5 Dicas para Aproveitar a Série “Os Anéis de Poder”

Cristina Casagrande

Depois de quase quatro anos de mais silêncio do que comunicação, o Prime Video — serviço de streaming da Amazon ­— resolveu despertar novamente, entregando o nome oficial da série sobre os relatos da Segunda Era de Arda, da mitologia literária tolkieniana, alguns pôsteres e até um teaser-trailer. Já fizemos ou trouxemos alguns textos traduzidos por aqui, além de vídeos no canal Tolkienista e um deles que vale a pena reforçar é algumas dicas para aproveitar a série da Amazon. Mesmo se você não tiver a mínima vontade de assistir à série, ao menos a primeira dica pode lhe interessar.  

  1. Leia os livros!

Recorra à literatura, especialmente sobre os escritos da Segunda Era, ainda que tangencialmente. Afinal essa é uma era pouco retratada nos livros mesmo. É muito legal ler uma obra antes de ver a sua adaptação, então não perca essa oportunidade. Se você se organizar, dá tempo de ler boa parte antes de a série começar.

A primeira leitura seria o próprio O Senhor dos Anéis. São 62 capítulos mais seis apêndices, divididos em nove partes — e sim, os apêndices são muito importantes! — então, se você ler um capítulo mais ou menos por dia, consegue ler tudo em pouco mais de dois meses.

Se nunca leu O Senhor dos Anéis, recomendamos ler tudo. Vale a pena e, se você tem receio, não se preocupe, leia com calma, do seu jeito, reserve um horário todo dia só para isso e aproveite a aventura! Agora, para quem já leu, se não puder reler, vale uma atenção especial ao Prólogo e aos capítulos A Sombra do Passado e o Conselho de Elrond. Outro capítulo que também contextualiza um pouco da história dos Númenóreanos em alguns momentos é A Janela para o Oeste, em As Duas Torres. Eles contextualizam bem quem é Sauron, o Um Anel e tudo o que envolve o Senhor do Escuro e seu Artefato Mágico. É importante ler também os Apêndices: o Apêndice A, com os Anais dos Reis e Governantes; e o Apêndice B, O Conto dos Anos, com a Cronologia das Eras.

Apesar de os showrunners da série terem declarado à Vanity Fair no Twitter que a Amazon só adquiriu basicamente os direitos de O Senhor dos Anéis, é recomendado buscar outros livros do autor, o que inclui os póstumos. Isso posto, outro livro importante é O Silmarillion. Vale a pena ler ou reler tudo. São 29 capítulos, mais genealogias, o apêndice, notas sobre pronúncia e outras questões, resultando em mais dez partes. Lendo uma média de um capítulo por dia, é possível finalizar o livro em pouco mais de um mês.

Para a série, vale uma atenção especial ao Akallabêth, que trata da Segunda Era, contando sobre a ascensão e a queda da ilha de Númenor, e à terceira parte Dos Anéis de Poder e da Terceira Era, afinal, a série vai falar da Segunda Era e dos Anéis de Poder, então essas partes serão mais exploradas.

Recomenda-se também a leitura Contos Inacabados. Vale a pena atentar-se para a Segunda Parte que conta da Segunda Era, e a Terceira Parte, especialmente por contar curiosidades sobre a Terceira Era antes da Guerra do Anel. O livro inteiro dá 58 capítulos mais as partes extras como introdução e notas, que dá umas 5 partes, dando uma média de pouco mais de dois meses de leitura. Então ao todo, para as pessoas muito organizadas e disciplinadas dá para ler tudo em seis meses, tendo como base um capítulo por dia que demora em média uma hora de leitura.

Para leitores de mais fôlego, a parte três de A Natureza da Terra-média traz algumas curiosidades interessantes sobre Númenor e seus habitantes, embora o livro tenha sido lançado em uma época em que as gravações da primeira temporada já haviam sido feitas. Mas a leitura acaba sendo um deleite que vai para muito além de uma série televisiva, então, fica a sugestão.

2. Questione a noção de fidelidade.

Muitas pessoas perguntam se a série vai ser “fiel” aos livros. Mas afinal, o que é ser fiel ao original? E ainda por que tem de ser “fiel”?

Vale pensar em alguns pontos:

  1. Por mais bem descrita que seja uma cena, ela vai ser configurada em cada mente de forma única. A forja do Um Anel que está na mente de um nunca vai ser idêntica à que está na cabeça de outro. Então a série pode se aproximar bem do que imaginamos, com base no que lemos, mas nunca vai ser igual. Então, devemos nos preparar para ver coisas diferente do imaginávamos.
  2. Uma adaptação é uma nova forma de se contar a mesma história. Não tem como repetir a experiência de uma leitura, que é única, pessoal e intransferível.
  3. Literatura e audiovisual são linguagens diferentes, o tempo de narração é outro, o código linguístico também, enfim, muita coisa muda. Logo, necessariamente vai haver mudanças, e quem quiser acompanhar a série, precisa estar preparado para isso.

3. Forme uma comunidade de amigos para discutir sobre a obra.

Essa é uma das dicas mais legais: fale bem ou fale mal, encontre amigos para conversar sobre a série. Como a série vai lançar um episódio por semana, é interessante conversar com os amigos que também estão assistindo sobre cada capítulo. Clubes de leitura, tocas da Tolkien Society, comunidades fechadas, fóruns na internet, grupos no WhatsApp e no Telegram, várias iniciativas são válidas para poder trocar ideias sobre a série, sobre as leituras e tudo mais com os amigos.

O Tolkienista tem um canal no Telegram que você pode entrar. No canal, tem o link para o grupo e lá fica aberto para o pessoal conversar mais à vontade.

4. Leia artigos opinativos

Artigos opinativos, resenhas e outras fontes de leitura podem ajudar a formar a sua opinião. Para isso, é importante ter critério e ler de fontes confiáveis. Evite sites que vivem soltando rumores e especulações sem checar as fontes. Opte pelos mais analíticos e fontes mais confiáveis, ainda que demore mais para sair a notícia, mas que primem pelo critério e qualidade.

5. Vai com calma!

A reação primária de cada um é muito variada. Quando saiu o nome da série, algumas pessoas ficaram eufóricas, outras empolgadas, outras céticas, outras fechadas. Não tem certo ou errado: é só uma reação primária pessoal de cada um e nessas horas a única regra sugerida é que se respeite os colegas. Afinal, é uma série e, como tal, é um entretenimento, é cultura também, é para gerar discussões saudáveis e debates válidos, mas é, antes de tudo, para se divertir.

Confira o vídeo com as dicas da série no canal:


Apoie o Tolkienista comprando pelos links: https://tolkienista.com/apoie-o-site-tolkienista/


Cristina Casagrande é doutoranda em literatura tolkieniana e autora de “A Amizade em O Senhor dos Anéis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s